Escleroterapia, aplicações nos vasinhos e a minha experiência.




Faz muito tempo que eu estava doida para me livrar dos vasinhos, mais confesso que sou muito medrosa, ainda mais quando se trata de agulha, sinto dor só de imaginar.

Enfim criei coragem e marquei uma consulta com angiologista o mais rápido possível para ver qual seria o procedimento correto para o meu caso.

Ele mandou que eu fizesse o exame Doppler Scan Vascular, para ver a situação que estava as minhas veias e através do mesmo ele saberia qual procedimento deveria ser tomado.

 Depois que fiz o exame, o médico avaliou-o e me disse que no meu caso só a aplicação daria resultado e me encaminhou para um cirurgião vascular.

Chegado o dia de fazer as aplicações.

E ai?

 Pensa em uma pessoa tremendo. Pensou? Pois é, essa pessoa era eu. Chequei ao consultório e a primeira pergunta que fiz foi:
  
Esse procedimento dói doutor?

Ele sorriu e disse: Dói e queima muito, mais o que as mulheres não fazem pela beleza.

E agora José?

Depois desse comentário meu medo aumentou ainda mais, e a cada agulhada eu resmungava e tremia as pernas.
E a dor?

Doeu e ardeu muito mais é suportável. Consegui sair do consultório andando. (Rsrs).
A única coisa que eu não “esperava”:

Minhas pernas doeram muito no primeiro dia pós-aplicação mais nada que uns analgésicos não resolvessem. 

Conclusões Finais:
O médico recomendou que eu não tomasse sol por trinta dias para que não manchasse as pernas. Apesar da dor e da ardência vale muito apena porque depois as pernas ficam lindas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© | Miriam Martins Platina Menina •